REGULAMENTO MTB

Regulamento Enduro MTB de Regularidade

Pró-Cuesta Adventure

 

Da Participação

 

Art. 1 – Poderão participar da prova pessoas de ambos os sexos, maiores de 12 anos, regularmente inscritos de acordo com o presente regulamento, nas categorias DUPLAS MASCULINA ou MISTA , DUPLAS FEMININA, SOLO MASCULINO PRÓ e LIGHT E FEMININO PRÓ e LIGHT

 

Art. 2 – Participantes com idade entre 12 e 17 anos só poderão participar da prova com autorização por escrito dos pais ou de um responsável legal. A autorização deverá ter a assinatura reconhecida por autenticação e estar acompanhada de cópia de um Documento de Identidade a ser apresentada para a organização no ato da assinatura do termo de responsabilidade.

 

Art. 3 – A equipe deverá se apresentar para Check-in, no local e horário determinados pela organização, munidos de documentos, comprovante de inscrição e/ou recibo de depósito bancário. Receberá neste momento seu kit de identificação

 

Art. 4 – É obrigatória a presença do participante no Briefing, no horário e local divulgados pela Organização na programação do evento. Nesta reunião serão dadas todas as instruções e detalhes sobre o evento. O participante que não comparecer ao Briefing não poderá realizar qualquer reclamação ou alegação de informação transmitida naquela oportunidade.

 

Art. 5 – Após a efetivação das inscrições, a organização do evento não reembolsará o valor da inscrição aos participantes que desistirem de participar.

 

Art. 6 – Em caso de desistência ou desclassificação do ciclista participante durante a prova, o mesmo deverá entregar para a Organização seu GPS e seu Cartão de Identificação.

 

Do tipo de competição

 

Art. 7 – O Enduro poderá ser desenvolvido em estradas abertas, loteamentos, reservas florestais e qualquer outro local onde seja possível o trânsito de bicicletas fora-de-estrada (Mountain Bike ou MTB), exigindo que o competidor siga a planilha que indica os trechos por onde deve passar (roteiro) e as médias de velocidade impostas para cada trecho.

O participante deve seguir o roteiro e as médias de velocidade constantes na planilha disponibilizada pelos organizadores por download ou na secretaria da prova no dia do evento. A apuração será feita por GPS, portanto os PCs (postos de controle) são virtuais.

No caso da planilha ser fornecida antecipadamente pela organização, em meio eletrônico ou não, os competidores estão cientes de que não é permitido treinar no percurso integral ou parcial da prova. O competidor que for flagrado nessa situação estará automaticamente desclassificado dessa prova sem direito a ressarcimento de valores.

 

Art. 8 – É de responsabilidade do competidor superar obstáculos que apareçam durante a prova, ainda que não estejam indicados na planilha, como rios, troncos, pontes caídas ou bloqueios de qualquer outra natureza, mesmo que para isso seja necessário desviar-se do caminho original, retornando o quanto antes e o mais próximo possível do ponto de onde desviou-se.

 

Art. 9 – Quando a prova for realizada em trecho de via pública, prevalecem as leis de trânsito em vigor, devendo ser respeitadas as pistas de rolamento, faixas de pedestres, calçamentos e demais regras e costumes que permitam a boa convivência entre ciclistas, pedestres, automóveis e demais cidadãos.

 

Art. 10 – A pontuação do competidor será determinada de acordo com o horário de passagem apurado em cada PC; quanto mais próximo do horário ideal de passagem, menor será a pontuação a ele atribuída. Vence a dupla que fizer a menor pontuação, dentro de cada categoria.

 

Art. 11 – Em caso de desistência, o participante deverá comunicar imediatamente a Organização para: solicitar resgate, informando o ponto do trajeto que se encontra, ou avisar que está pegando carona com veículo motorizado e deixando o evento.

A Organização não tem obrigação de resgatar participantes que desistem ou quebram seu equipamento durante a prova. Mas poderá realizar tal operação de acordo com disponibilidade de pessoas e veículos nas seguintes condições: Sem limitação de tempo para a ocorrência do resgate; Quando ocorrer, o resgatado será recolhido e encaminhado ao ponto seguro mais próximo; os competidores que abandonarem a prova e necessitarem de resgate deverão esperar o término da prova, uma  vez que a prioridade da Organização é fiscalizar o andamento e condições da prova.

É obrigatória a devolução dos GPS recebidos pela equipe, sob pena de pagamento do valor de U$ 100,00 (Cem dólares americanos) para reposição do equipamento.
Dos equipamentos obrigatórios e instrumentos

 

Art. 12 – É obrigatório durante a prova o uso dos seguintes equipamentos de segurança:

  1. a) Capacete de proteção, adequado ao ciclismo, bem ajustado e afivelado a cabeça;
  2. b) Número de identificação do competidor;
  3. c) Etiqueta colada no capacete, em local visível, com o nome, tipo de sangue e fator RH do piloto.

A falta de qualquer desses itens impede a participação ou desclassifica o ciclista da prova.

 

Art. 13 – Recomenda-se:

  1. a) Uso de luvas protetoras;
  2. b) uso de óculos de sol ou de proteção;
  3. c) Ferramentas básicas para manutenção e equipamentos para remendo de câmara;
  4. d) Prancheta ou roll-book para a planilha;
  5. e) Relógio digital;
  6. f) Odômetro;
  7. g) Telefone celular, funcionando e com bateria carregada;
  8. h) Levar água (no mínimo 500ml);
  9. i) Bolsa ou sacola para armazenar lixo produzido pelo competidor.

 

Art. 14 – A direção de prova poderá impedir a largada ou continuação na prova, da equipe ou bike que não se apresentar em conformidade com o que estabelece este regulamento, ou que por algum motivo possa dar insegurança à equipe durante a prova (capacete sem segurança, bike com algum problema mecânico, etc.)

 

Art. 15 – Não é permitido, de maneira alguma, sob pena de desclassificação:

  1. a) Trafegar sem qualquer um dos equipamentos e instrumentos obrigatórios acima citados;
  2. b) Descartar lixo ao longo do trajeto.

 

Da planilha

 

Art. 16 – Todos os competidores receberão a planilha com o roteiro da prova no Chek-in, em local e horário a serem divulgados no site pelo organizador da prova.

 

Art. 17 – É de responsabilidade do competidor imprimir as planilhas que estão disponível no site  conferir o número de páginas e qualidade de sua cópia, não sendo aceitas reclamações ou recursos baseados na ausência de páginas e/ou ilegibilidade da planilha a planilha estará disponível no maximo 12 00 hs do inicio da prova.

 

Art. 18 – A planilha constará de 3 (Três) colunas:

  1. a) A primeira com distâncias entre as referências e as acumuladas no trecho, em quilômetros.
  2. b) A segunda para o símbolo (em tulipa ou desenho), referência do sentido a ser seguido.
  3. c) A Terceira com informações complementares (alertas, locais perigosos, e tempo de prova etc).

Constarão da planilha também os Neutralizados, Deslocamentos e tudo mais que se fizer necessário para uma boa navegação.
Dos postos de controle (PCs)

 

Art. 19 – Ao longo do trajeto existirão diversos PCs virtuais (waypoints de GPS), que serão comparados ao local e horário de passagem de cada competidor (registrado no GPS que a equipe carrega). O local dos PCs pode ou não coincidir com as referências da planilha.

 

Art. 20 – O PC é aberto 10 minutos antes do horário ideal de passagem do primeiro competidor e fechado 10 minutos após o horário ideal de passagem do último competidor.

 

Dos critérios de pontuação nos PCs

 

Art. 21 – O horário de passagem do competidor pelo PC (waypoint), de acordo com o horário ideal calculado pela organização de prova, resultará em sua pontuação. Os critérios de pontuação serão os seguintes:

  1. a) 1 (um) ponto perdido para cada segundo de atraso em relação ao tempo ideal, sendo o máximo de 600 pontos (equivalente a um atraso de 10 minutos ou mais);
  2. a) 2 (dois) pontos perdidos para cada segundo adiantado em relação ao tempo ideal, sendo o máximo de 1200 pontos (equivalente a um adiantamento de 10 minutos ou mais);
  3. c) 800 (oitocentos) pontos perdidos para cada waypoint pelo qual a equipe não passar;

 

Da apuração e divulgação do resultado

 

Art. 22 – A apuração será feita conforme os competidores forem chegando, com base nos dados coletados nos GPSs utilizados pela equipe. Os GPSs deverão ser entregues ao fiscal de chegada.

 

Art. 23 – O resultado será divulgado em até 1h (uma hora) após a chegada do último competidor, ou em até 1:30h (uma hora e meia) no caso de haver recurso imposto por algum competidor.

 

 

 

Das Responsabilidades da Organização

 

Art. 24 – A organização poderá suspender o evento por questões de segurança pública, condições meteorológicas e/ou motivos de força maior sem aviso prévio aos participantes.

 

Art. 25 – Em caso de cancelamento da prova por motivos de força maior (morte, acidente, condições meteorológicas, etc.), os organizadores estarão isentos de qualquer tipo de indenização ou reembolso que não seja a devolução da taxa de inscrição.

 

Art. 26 – Por se tratar de um evento de autossuficiência, não haverá reembolso, por parte da organização, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos participantes. Independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízo que porventura os participantes venham a sofrer durante a participação nos eventos.

 

Art. 27 – A Organização é responsável pela escolha do trajeto em que se realizará a prova, assim como pela autorização dos órgãos competentes.

 

Art. 28 – Cada participante é responsável e conhecedor de suas condições e aptidões físicas, mesmo assim, a Organização tem o compromisso de recomendar a todos os participantes da prova a realização de uma rigorosa e completa avaliação médica prévia à participação no evento.

 

Dos casos passíveis de desclassificação e penalizações

 

Art. 29 – Perda do(s) GPS(s), o que acarretará, além da desclassificação, multa no valor de U$ 100,00 para reposição do equipamento.

  1. Não fechar a porteira (penalização de 200 pontos)
  2. Faltar com respeito a organização sofrera (desclassificação)
  3. Danificar as propriedade que estão sendo usadas pela prova (desclassificação)

 

Art. 30 – Receber apoio externo em quaisquer pontos do percurso. Caracteriza apoio externo receber qualquer auxílio/objeto/alimento de pessoas que não sejam competidores ou organizadores.

 

Art. 31 – Jogar lixo em local indevido durante todo o trajeto.

 

Art. 32 – Desrespeitar os Organizadores e demais participantes ou faltar com a verdade quando questionado por organizadores, voluntários ou autoridades sobre qualquer informação relativa ao evento.

 

Art. 33 – Colocar em risco a vida de qualquer outro participante ou cidadão que esteja utilizando a via pública.

 

Da premiação

 

Art. 34 – Receberão troféus os três  primeiros classificados em cada categoria.

 

 

Das responsabilidades

 

Art. 35 – Ao participar da competição, o competidor concorda com todo o regulamento e condições da organização, sendo elas:

  1. a) O competidor participa por livre e espontânea vontade e está ciente de que o Enduro MTB de Regularidade é uma atividade que envolve riscos;
  2. b) O competidor declara estar em boas condições de saúde e apto a participar de evento deste tipo;
  3. c) O competidor concorda em observar todas as informações oficiais da competição para terminá-la com segurança;
  4. d) Todos os riscos em participar da prova, inclusive os relativos a quedas, contatos com outros participantes, efeitos do clima incluindo temperatura e/ou umidade e condições do circuito, são por conta do participante;
  5. e) O competidor isenta os organizadores, seus patrocinadores, apoiadores, seus representantes ou sucessores sobre qualquer tipo de acidente ou sinistro que venha ocorrer com sua pessoa, equipamento ou terceiros, assim como de todas as reclamações ou responsabilidade que possam colocar o competidor fora da competição, incluindo desclassificação por desobedecer ao presente regulamento.
  6. f) O competidor concede permissão à organização para utilizar sua imagem, fotografias, filmes, gravações ou qualquer outra forma de divulgação que mostre a participação na prova para qualquer propósito legítimo.
  7. G) É Obrigatório todo competidor assinar a ficha de inscrição para que possa participar da prova o piloto que não o fizer estará automaticamente excluído da prova
  8. H) Será proibido usar vestimentas de outras organizações com punição de desclassificação
  9. I) Ao assinar a ficha de inscrição o participante declara que esta apto em participar do evento e que esta em perfeitas condições físicas e mentais e exclui os organizadores e patrocinadores de qualquer acidente que vier a sofrer durante o evento e autoriza a organização a divulgar suas imagens.

 

 

Pontuação do campeonato

Pontos ganhos por etapa

Art. 36

1º col = 40 pontos
2º col = 37
3º col = 34
4º col = 32
5º col = 30
6º col = 28
7º col = 26
8º col = 24
9º col = 22
10º col = 20
11º col = 19
12º col = 18
13º col = 17
14º col = 16
15º col = 15
16º col = 14
17º col = 13
18º col = 12
19º col = 11
20º col = 10
21º col = 9
22º col = 8
23º col = 7
24º col = 6
25º ao 30º col = 5 pontos
31º ao 40º col = 4 pontos
41º até o final = 2 pontos como bonificação pela participação da etapa.

Empates
Art. 36.1. Nas Provas: Os Empates serão decididos considerando-se o concorrente que tiver maior número de “zeros” nos postos de cronometragem, caso persista o maior números de “um” e assim sucessivamente até chegar-se ao vencedor da prova.
36.2. No MTB Pró Cuesta de regularidade – se não houver descarte de prova: Os empates serão decididos considerando-se o vencedor o equipe que tiver maior número de vitórias em etapas válidas. Se persistir a igualdade, será considerado o maior número de segundos lugares e assim sucessivamente até chegar-se ao vencedor.
36.3. No MTB Pró Cuesta de regularidade – Se houver descarte obrigatório de uma etapa: O vencedor será decidido a favor da equipe que somar o maior número de pontos em “todas” as provas disputadas. Se persistir o empate será utilizado a seguir o critério do ítem 38

 

Das disposições finais

Art. 37 – Os casos referentes ao julgamento de reclamações serão resolvidos pela Organização, podendo esta consultar os participantes inscritos na prova.

Art. 38 – Todo participante ao se inscrever está automaticamente concordando com todas as regras acima. Casos omissos serão avaliados pela Organização, que usará o presente Regulamento e o bom senso para tomar uma decisão final soberana.

 

Pró-Cuesta Adventure